RN: Barragem Armando Ribeiro Gonçalves registra volume de 51,5%; veja situação das reservas hídricas potiguares, que acumulam 42% de capacidade

O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nessa quinta-feira (11), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN atualmente acumulam 1.853.685.447 m³, correspondentes a 42,35% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 11 de março de 2020, as reservas hídricas do Estado somavam 1.074.472.983 m³, percentualmente, 24,55% da sua capacidade total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.222.022.132 m³, equivalentes a 51,5% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No mesmo período de 2020, o manancial estava com 569.897.840 m³, correspondentes a 24,02% do seu volume total.

Já a segunda maior barragem do RN, Santa Cruz do Apodi, acumula 160.070.369 m³, correspondentes a 26,69% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No mesmo período de março de 2020, o reservatório estava com 132.759.012 m³, equivalentes a 22,14% do seu volume total.

A barragem Umari, localizada em Upanema, acumula 201.378.902 m³, percentualmente, 68,77% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No mesmo período do ano passado o reservatório estava com 93.785.114 m³, percentualmente, 32,03% da sua capacidade total.

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, localizado em Acari, acumula 9.065.785 m³, correspondentes a 20,41% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³. No mesmo período de março de 2020 o Gargalheiras estava com 6.201.066 m³, equivalentes a 13,96% do seu volume total.

A barragem de Pau dos Ferros acumula 11.657.546 m³, equivalentes a 21,26% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No mesmo período do ano passado o reservatório estava com 3.108.338 m³, correspondentes a 5,67% da sua capacidade total.

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, acumula 1.543.325 m³, percentualmente, 14,2% da sua capacidade total, que é de 10.865.000 m³. No dia 11 de março do ano passado o manancial estava com 500.739 m³, equivalentes a 4,61% do seu volume total.

O reservatório Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, está com 7.550.000 m³, equivalentes a 75,5% da sua capacidade total, que é de 10 milhões de metros cúbicos. No mesmo período do ano passado, o manancial estava com 6.566.667 m³, percentualmente, 65,67% da sua capacidade total.

O açude Santana, localizado em Rafael Fernandes, acumula 5.156.667 m³, correspondentes a 73,67% da sua capacidade total, que é de 7 milhões de metros cúbicos. No mesmo período do ano passado o reservatório estava seco.

O reservatório Mendubim, localizado em Assu, está com 54.507.362 m³, percentualmente, 70,46% da sua capacidade total, que é de 77.357.134 m³. No mesmo período de março do ano passado, o manancial estava com 57.006.185 m³, percentualmente, 73,69% do seu volume total.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn, que estão com volumes inferiores a 10%, e, portanto, são considerados em nível de alerta, são: Flechas, localizado em José da Penha, com 4,18%; Itans, localizado em Caicó, com 4,3%; Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 6,44% e Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,66%. Passagem das Traíras, localizado em São José do Seridó, permanece em obras.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que estão secos são: Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *