POBRE BAHIA: estado baiano é líder nacional em desemprego… é mais um legado do PT

Notícias

De acordo com levantamento do IBGE, divulgado nesta sexta (13), percentual de baianos sem ocupaçao formal supera a média nacional
Pesquisa do IBGE divulgada nesta sexta-feira (13) mostrou que a Bahia teve o maior índice de desemprego do Brasil, com taxa de 17,6% no primeiro trimestre deste ano. A média nacional ficou em 11,1%.
A performance da Bahia foi ainda pior, em comparação aos três últimos meses de 2021, quando o índice foi de 17,3%. 
“Esse é o legado que o PT deixa para a Bahia após 15 anos de governo. Além de ser o número em homicídios e ter a pior educação do país, nosso estado agora é líder no ranking nacional de desempregados. Os baianos estão em contagem regressiva para deixar esse governo sombrio para trás”, afirma o deputado estadual Sandro Régis (UB), líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia.
Junto com a Bahia, Pernambuco (17,0%) e Rio de Janeiro (14,9%) completam o pódio com os piores índices do país. Em outra ponta, as menores taxas estão em Santa Catarina (4,5%), Mato Grosso (5,3%) e Mato Grosso do Sul (6,5%).
A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) apontou ainda que a Bahia concentra o maior número de desalentados, que são aqueles que gostariam de trabalhar, mas não procuram emprego por achar que não encontrariam.
Em todo o Brasil, no primeiro trimestre de 2022, foram de 4,6 milhões de pessoas nessa condição, sendo 648 mil na Bahia, o que corresponde a 14,1% do contingente nacional.
“Não é só o desemprego, mas também o sentimento de desesperança e desencorajamento que viraram marca dos governos do PT na Bahia”, reafirma o deputado Sandro Régis.
Pingback: POBRE BAHIA: estado baiano é líder nacional em desemprego… é mais um legado do PT – Leitura Potiguar
Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

source

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.