PF cumpre mandados de busca e prisão em operação contra fraudes em licitações

a prima PF cumpre mandados de busca e prisão em operação contra fraudes em licitações

A Polícia Federal começou a cumprir, nesta sexta-feira (18), mandados de prisão e de busca e apreensão em uma operação contra fraudes em contratos públicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) e outras duas empresas estatais.

A ação ocorre em Brasília, em Minas Gerais e em São Paulo. Ao todo, foram expedidos 25 mandados de busca e apreensão e 11 de prisão – cinco preventivas e seis temporárias.

A ação é a terceira fase da operação Circuito Fechado. Os investigadores apuram irregularidades em 13 contratos fechados para fornecimento de serviços de tecnologia, com duas empresas. Além de Capes e Caesb, há suspeita de fraudes em licitações da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e da Companhia de Tecnologia de Informação de Minas Gerais (Prodemge).

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal do DF, a pedido do Ministério Público Federal. A suspeita é que os desvios de recursos públicos cheguem a R$ 11,8 milhões. Além das prisões, a decisão determinou o bloqueio de aproximadamente R$ 20 milhões nas contas dos investigados e o sequestro de duas embarcações.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *