PARABÉNS, PARA CAPITAL DO POTENGI: SPP CELEBRA HOJE 78 ANOS DE DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA! Cidade acolhedora, de um povo simpático, hospitaleiro, amigo, ordeiro, cheio de predicados que dão orgulho a cada um dos seus cidadãos

O município de São Paulo do Potengi completa hoje, dia 30 de dezembro, 78 anos de  emancipação política. Cidade acolhedora, de um povo simpático, hospitaleiro, amigo, ordeiro, cheio de predicados que dão orgulho a cada um dos seus cidadãos. Parabéns, São Paulo do Potengi, Feliz Cidade!


    A HISTÓRIA DE SÃO PAULO DO POTENGI

Na primeira metade do século passado, na margem esquerda do Rio Potengi, em território pertencente a São Gonçalo do Amarante, existia um povoado por nome “Juremal” que se destacava devido ao seu acentuado comércio, inclusive com feira dominical.
 O pequeno lugarejo localizava-se bem próximo da margem do Rio Potengi, correndo sempre o risco de enchentes em épocas de inverno, como a que ocorreu em 1909, quando o povoado foi inundado. 


Temendo a ameaça das águas, Bento Urbano de Araújo, morador e comerciante daquela localidade, resolveu pedir ao chefe do Juremal o Sr. Avelino Pinheiro, para mudar-se para um local mais afastado do rio. Tendo seu pedido negado, o mesmo foi falar com o Cel. Manoel Maurício Freire, chefe político de Macaíba. Devido a problemas políticos e pessoais entre o chefe político macaibense e Estevam Moura, chefe político de São Gonçalo do Amarante, a resposta foi imediata: “Vamos formar um povoado do lado de Macaíba próximo ao Juremal”.
Apesar da empolgação do Cel. Maurício Freire, Bento Urbano de Araújo não quis tomar uma decisão precipitada, fez uma consulta através de carta a um religioso. A carta relatava o acontecimento e sugeria o nome “Liberdade” para o novo povoado.  A resposta chegou dias depois aprovando o projeto e sugerindo outro nome. O nome sugerido pelo religioso foi “São Paulo”, por ser um cidadão romano de grande bravura e virtudes, iria combinar muito bem com o povoado. Bento Urbano de Araújo resolveu, então, aceitar a decisão do Cel. Maurício Freire.
Decidido, em agosto do ano de 1911, deu início aos trabalhos de edificação do novo povoado de São Paulo, situado à margem direita do Rio Potengi, pertencente ao município de Macaíba.


Ao chegar ao novo povoamento, Bento Urbano de Araújo instalou residência, construiu vários armazéns e começou a participar efetivamente do desenvolvimento da localidade, trabalhando na implantação da feira e incentivando seus amigos e antigos vizinhos a também se mudarem para São Paulo.
Foi com a capacidade empreendedora e o estilo animador de Bento Urbano que a população se desenvolveu. Em janeiro de 1912, a tão sonhada e anunciada feira foi realizada.  O sucesso foi tanto, que os estoques no comércio local quase se acabaram. No mesmo ano de 1912, a intendência de Macaíba reconheceu o núcleo populacional como povoado de São Paulo. O Decreto nº 603, de 31 de dezembro de 1938, elevou o povoado à condição de distrito com o nome de São Paulo do Potengi, unindo a religiosidade do povo ao rio que banhava o território. No dia 30 de dezembro de 1943, através da Lei N° 268; São Paulo do Potengi foi desmembrado de Macaíba, tendo incorporado aos seus domínios parte das terras do município de São Gonçalo do Amarante que, pela mesma Lei, foi extinto. Assim nasceu São Paulo do Potengi, cujo nome revela o nome do apóstolo de Cristo perseguidor dos cristãos, no início, mas depois tornou-se perseguido por ter se tornado o pregador da “salvação pela graça de Deus, mediante a fé”, conforme relata na Epístola aos Efésios, na Bíblia Sagrada dos cristãos. O famoso Rio do estado também lhe batizou com a expressão, “Do Potengi”, para diferenciar de São Paulo do Sul, um gigantesco estado da federação, em termos populacionais.

SÃO PAULO DO POTENGI, ONTEM E HOJE.


A cidade foi administrada por verdadeiros desbravadores, homens que deixaram suas marcas de reconhecimento e amor pela cidade. O que uma cidade precisa para se desenvolver é, principalmente, de administradores que tenham amor pela mesma. Que digam e provem que amam essa Terra, essa gente, que queiram o melhor para o Município. 


O atual prefeito, EUGÊNIO PACELLI ARAÚJO SOUTO, que está no primeiro mandato REALIZANDO UMA EXCELENTE ADMINISTRAÇÃO.  Pacelli tem a virtude de ser um Homem público de excelente articulação política. Sempre simpático, tratando a todos de igual para igual, transcende em seus gestos e atitudes um incondicional amor à terra que Administra, mesmo em meio às crises avassaladoras que atingiram o país e, consequentemente, os municípios. Seu vice prefeito é o respeitado e conceituado empresário João Maria da Casa Verde pessoa de conduta ilibada e que junto com Pacelli estão realizando uma das melhores gestões do RN.

Nenhuma descrição disponível.


 A cidade também já foi pioneira em ter uma mulher como prefeita, a Dona Nini, primeira mulher prefeita da Região do Potengi, a qual exerceu uma das melhores  administrações que o município já tivera.  Foi a Dona Nini que trouxe para São Paulo do Potengi importantes órgãos públicos que servem até hoje as comunidades (Banco do Brasil, Hospital Regional, além de relevantes avanços na educação, dentre outros inúmeros benefícios). Obtivemos tais informações dos próprios moradores do município.

Nenhuma descrição disponível.
EX- PREFEITA, NINI SOUTO A PRIMEIRA PREFEITA DE SÃO PAULO DO POTENGI, MÃE DO ATUAL PREFEITO PACELLI

Enfim, percebe-se, hoje, uma cidade evoluída e organizada. Tem seus problemas, claro, como todas as cidades polos, com suas múltiplas necessidades, mas conta com o trabalho incansável de um Prefeito que, simplesmente, não para de trabalhar pela cidade.Esperamos  que 2022 sejam de novos horizontes para esse povo tão acolhedor que é o povo potengiense!

 Parabéns, SPP, essa blogueira ama muito você! 

 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *