Operação da PM prende líder de facção criminosa em condomínio de luxo que movimentou quase R$ 1 bilhão

Homem é preso suspeito de movimentar quase R$ 1 bilhão em atividades  ilícitas

Uma operação da PM de Goiás e da PM do RN prendeu um líder de uma facção criminosa na manha desta quinta-feira.

Segunda informações da polícia, o homem teria movimentado quase R$ 1 bilhão com atividades ilícitas nos últimos anos.

O suspeito estava em um condomínio de alto padrão na Rota do Sol, onde morava na capital potiguar e comandava alguns empreendimentos. Ele era procurado pela Justiça de Goiás, que expediu mandado de prisão em seu desfavor.

Após a prisão, o homem foi encaminhado a uma delegacia especializada do assunto para abertura dos procedimentos adequados. A ação faz parte de uma operação conjunta entre as PM’s do Rio Grande do Norte e de Goiás.

Foram apreendidos carros e os bens bloqueados e o sujeito usava documentos falsos.

Polícia Militar – através da Força Tática do 9º BPM detalha ação

Após denúncias anônimas que indicavam a presença de um Foragido da Justiça de Goiás, principal gerente da Organização Criminosa ADE – Amigos do Estado, que é uma filial local da Facção denominada PCC – Primeiro Comando da Capital, encontrava-se morando em um Condomínio de Luxo da Cidade do Natal.

Fernando de Souza Lacerda Rodrigues, conhecido nacionalmente pela alcunha de *Fernando Bundinha*, possuía uma movimentação ilícita financeira de 1 Bilhão de Reais. Ao ser detido apresentou usando uma identidade e uma CNH falsa com o nome de João Fernando G.S.F.

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte, através do 9°Batalhão da Polícia Militar, em conjunto com a Delegacia Especializada em defesa da Propriedade de Veículos e Cargas – DEPROV, realizou a prisão do Foragido e fez a condução de três veículos de Luxo à Delegacia para os devidos procedimentos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *