Chuvas ainda não trazem aporte hídrico para os reservatórios do RN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (25), indica que as chuvas ocorridas até o momento ainda não foram suficientes para trazer recarga à maioria dos mananciais monitorados.

As reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 1.833.228.915 m³, o que equivale a 41,88% da capacidade total do RN, que é de 4.376.444.842 m³. No relatório divulgado no dia 11 de março, as reservas hídricas acumulavam 1.853.551.998 m³, percentualmente, 42,35% do seu volume total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.208.479.237 m³, correspondentes a 50,92% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No último relatório o volume acumulado no manancial era de 1.222.022.132 m³, equivalentes a 51,50% da sua capacidade.

Já a segunda maior barragem do Estado, Santa Cruz do Apodi, acumula 158.972.425 m³, equivalentes a 26,51% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No relatório anterior, o reservatório acumulava 160.070.369 m³, correspondentes a 26,69% do seu volume total.

O reservatório Umari, localizado em Upanema, acumula 199.474.866 m³, percentualmente, 68,12% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No dia 11 de março, a barragem acumulava 201.378.902 m³, equivalentes a 68,77% do seu volume total.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *